O momento é agora – A Gestão do seu Pet Shop vai determinar a sua sobrevivência no mercado

Conheça os 5 pontos chaves de uma Gestão de Pet Shop e entenda como essas questões podem determinar sua sobrevivência em um mercado tão competitivo como o dos negócios pet!

Nos últimos anos temos visto como o mercado pet vem crescendo e da mesma forma, poucas empresas direcionarem seus esforços para a profissionalização e gestão de pet shop eficaz das suas equipes e pontos de venda. 

Com a chegada de grandes redes e seu poder de compra gigante, o que gera incerteza e insegurança, para os pequenos e microempreendedores.

Em parte, isso é verdade, empresas que não se adaptarem a uma gestão eficaz e trabalharem como equipes de alto rendimento estão sujeitas ao fracasso essa também é uma realidade da gestão de pet shop.

Os clientes estão cada vez mais exigentes e por mais bem-conceituado que o seu produto ou serviço possa ser ele possivelmente não está na capacidade máxima de produção. 

Por isso, não se engane, pois você não pode escolher os seus clientes. E isso se dá devido a um movimento muito simples no mercado, porque quem escolhe primeiro é o seu cliente e não você. 

Alguns podem discordar porque dizem que nos seus pet shops ou centros estéticos não atendem natalinos (nome dado ao animal que só vai uma vez no pet shop no ano, normalmente no período do natal). 

Mas, pense o seguinte, quantas oportunidades perdemos de transformar um natalino em cliente fiel? 

E você agora deve estar pensando, o que isso tem a ver com gestão e a minha sobrevivência no mercado. 

É bem simples! Um dos reflexos de uma gestão de pet shop boa é a capacidade que a empresa tem de saber quem é o seu cliente real, qual é seu nicho e posicionamento no mercado em que atua. 

E como é possível oferecer uma gama de produtos adequados aos meus clientes sem desperdiçar dinheiro, comprando o que não vende, ou pior, o que eu apenas acho que vai vender?

Sobre este contexto, venho buscando desenvolver empresas para uma gestão mais eficaz e focada em resultados. Tenho atuado como consultor de empresas na área pet. 

Falando de gestão de pet shop, acredito na fórmula de é igual a fazer as perguntas certas, respondendo com números básicos e simples. 

As possibilidades também são muitas, mas vamos falar então de pontos estratégicos para uma boa gestão, que refletem no seu cliente e na percepção de valor. 

Os 5 pontos chaves para uma boa Gestão de Pet Shop

1) Quem é meu cliente?

Uma das grandes dificuldades nos dias de hoje é sabermos qual é o nosso mercado e quem é nosso cliente. 

Sem esta informação podemos achar que todos são nossos clientes e todos também não são nossos clientes. 

Uma dica que eu dou para responder esta pergunta é você despender algum tempo para preencher uma ferramenta muito simples chamada Canvas. Este é um framework muito útil e orgânico para desenvolvermos a visão do nosso negócio. 

Ele capta a essência da visão estratégica, cria novos produtos e limita a oferta para que não tentemos atender a todos os clientes com todos os produtos.

2) Liderança é uma competência desenvolvida em seu negócio?

Líderes são diferentes de chefes e de supervisores ou até mesmo de proprietários! 

A liderança deve ser incentivada e desenvolvida em nossos negócios. Sendo uma competência treinável e que evolui com a experiência dos profissionais que as adquirem. Trazem com o passar do tempo e com um ambiente propenso a desenvolver a liderança. 

Por este motivo, você que é proprietário, deve se assegurar de que toda a sua equipe tenha um ambiente agradável para trabalhar, longe de fofocas e discussões sem sentido. 

Uma dica que deixo é de que devemos melhorar cada vez mais a comunicação com nossa equipe, reuniões semanais são imprescindíveis e necessárias para um trabalho coordenado e tranquilo. 

Problemas conjuntos devem ser levados sempre à luz da equipe e problemas individuais devem ser tratados de maneira individual, mas as soluções devem levar em conta as regras da empresa as quais devem ser claras e do conhecimento de todos.

3) Você tem Missão, Visão e Valores do seu pet shop?

Ok, agora você está dizendo que esta é uma ferramenta antiga e de nada tem de inovadora. Mas é por isso mesmo que estou falando sobre ela. 

Após a montagem do Canvas, você deve definir estes três pontos para a sua empresa, pois eles norteiam todo o trabalho e como ela atua perante aos clientes. 

Não tenha medo de fazer um cartaz bem grande e fixar estes pontos para que todos os clientes possam ver como é a atuação da empresa e como ela vai agir quando existem problemas. 

Para montar a missão, seja bem específico e procure o seu propósito no mercado. 

A visão tem que ter um tempo definido, como por exemplo: “Ser em três anos a melhor pet shop do meu bairro.....”. Neste caso, você pode escolher colocar bem assim para o seu cliente ou por uma estratégia não mostrar o tempo que isso vai durar esta missão. Como colocando “ser a melhor pet shop do meu bairro”. 

Lembre-se visão sem prazo é apenas um sonho sem tempo para ser realizado. 

Valores é tudo aquilo que embasa seu trabalho. Ex: “ética – com nossos clientes e fornecedores”. Após o valor escolhido descreva com quem ele se relaciona no seu negócio.

4) Você tem um plano estratégico e de marketing?

Todos dizem que hoje é imprescindível trabalhar com as redes sociais, ok? Mas eu digo que se você não tem um plano bem definido é melhor não trabalhar com as redes sociais. 

E, neste ponto, é que vocês me chamaram de maluco, certo? 

As mídias sociais têm grande influência nos seguidores e no público alvo, mas também tem grande influência sobre aqueles que às gerenciam. 

Logo vai chegar o momento em que você vai achar que deve impulsionar suas publicações e é neste momento que você deixa de gastar energia e tempo começa a gerar mais um custo fixo para sua empresa. 

Por isso, indico criar um plano de marketing que engloba tanto as mídias sociais como seu site e suas promoções sazonais. 

E quando eu falo de promoções sazonais eu não falo daquela bandana diferente que você coloca na semana do carnaval ou no natal, pois isso é o que todo mundo faz. 

Você precisa CATIVAR e criar EXPERIÊNCIAS de compra. 

E ainda sobre as mídias sociais, indico que você faça um curso para que perceba a responsabilidade que você passa a ter com a sua marca no momento de publicar nas redes sociais. 

Pois é, a marca seria outro ponto importante, mas fica apenas a pergunta... você já registrou a sua marca?

5) E por fim, mas não por último. Qual a sua meta mensal, semanal e diária?

Quando falamos de custo precisamos saber que quanto menor a venda, maior é o custo efetivo dos produtos e serviços. 

Porque considerando que você já tem um custo fixo e que você em alguns momentos vai faturar bem menos que a sua capacidade produtiva e em alguns dias do mês ou meses do ano você pode faturar menos do que precisa para pagar as contas. 

Sendo assim, o principal é acompanhar a sua máxima capacidade de atendimentos de animais diários e qual o pacote que você pode oferecer para cada raça. 

E o que é o “pacote de produtos que você pode oferecer” nada mais é do que a quantidade de serviços por raça e por tamanho. 

Ex: um cão Shih Tzu de porte médio, imagine que este cliente vai comprar tudo que você oferece na sua loja. Planos mensais, Banho, tosa, tosa higiênica, hidratação de Karité, banho tonalizante, banhos para cor específica, desembolo, ofurô, rações, acessórios higiênicos, shampoos e perfumes para manutenção em casa, higienizadores de ambiente, novidades, promoções. 

Pois então, este é o pacote 100% para esta raça, e agora você pode medir a eficiência da sua equipe, olhando para seus clientes e vendo quantos produtos estão na cesta dele hoje.

Assim, você pode criar metas de vendas relacionadas às suas deficiências e que em alguns casos trazem maior margem para o negócio. 

Assim é possível acompanhar as metas de cada vendedor e saber aonde ele precisa ser treinado.

Outra coisa, metas são definidas com base em dois pontos chave: sazonalidade mensal e representatividade percentual da venda sobre o total vendido dentro da sazonalidade. 

Outro Exemplo: quanto representou em percentual a venda de fevereiro de 2018 ao total vendido no ano? 

Vamos dizer que você vendeu 100 e a venda anual foi 1000, assim o mês de fevereiro representou 10% da sua venda anual. 

Então, se você quer crescer 10% ao ano seu novo número anual será 1100 e a meta para fevereiro de 2019 será 110. 

Pois este mês representa 10% do seu faturamento, assim você considera a sazonalidade. 

Dica importante: ajustes nos percentuais de sazonalidade necessitam de investimentos em estrutura e marketing, pois só assim você pode alterar a mecânica do mercado.

Considerações

Além desses, ainda acredito que faltam outros pontos importantes sobre a gestão de pet shop, tais como: estoque, pagamentos e recebimentos, registro de marca, produtos de marca própria, estratégia de compras e de desenvolvimento de fornecedores

Precisamos ter resultados baseados inicialmente no contexto organizacional e neste ponto trabalhando os 5 pontos acima acredito em um aumento de faturamento em torno de 30%. 

Estamos em um dos melhores momentos para investir no mercado Pet no Brasil e precisamos apenas perder essa fama de sermos empreendedores sem planejamento e sem visão estratégica, a qual ganhamos durante muitos anos, fazendo mais e planejando menos. 

O caminho não é fácil, mas é compensador quando dedicamos nosso tempo ao que amamos, vendo nossas metas sendo alcançadas e adquirindo uma gestão de pet shop excelente!

Alexandre ascal

Luana Girardi

Marketing Digital na Kyklon, trabalha no mercado Pet há mais de 4 anos | Mestranda do Programa de Pós Graduação em Comunicação (PPGCOM) na PUCRS e graduada em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas também pela PUCRS | Especialista de produção de conteúdo para Web | Voluntária em ONGs de proteção animal.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *